Manutenção de extintores


A importância dos extintores de incêndios

Os extintores de incêndio são equipamentos de segurança primordiais para extinguir princípios de incêndios de maneira rápida antes que tomem proporções controladas apenas pelo corpo de bombeiros.

 

O uso correto do equipamento salva muitas vidas por isso os extintores são primordiais e obrigatórios em qualquer empresa.

 

A importância da manutenção dos extintores de incêndios

Somente com manutenção adequada o extintor garante a confiança de que ele estará apto a funcionar com o  desempenho exigido num momento de necessidade.

 

Quando devo fazer a manutenção e recarga dos extintores de incêndio?

 

A primeira recarga dos extintores novos deverá ser executada após 12 meses da data de sua fabricação, ou ao final da garantia dada pelo fabricante, o que for maior.

 

Para os extintores usados a recarga deverá ocorrer a cada 12 meses, contados a partir da última manutenção.

 

Este intervalo poderá ser reduzido se o extintor estiver submetido a condições severas ou adversas, ou ainda se for indicado por uma inspeção técnica.

 

Para extintores de Dióxido de Carbono – CO2 e para cilindros com gás expelente (ampola), a inspeção técnica ou recarga deverá ser realizada de 6 em 6 meses.

 

Quem pode fazer manutenção de Extintores?
Qualquer empresa pode vender extintores novos, porém, a inspeção técnica, manutenção ou recarga só pode ser efetuada por empresas credenciadas junto ao Inmetro.
Verifique a informação no site www.inmetro.gov.br.

 

Após o extintor ser submetido a manutenção, o selo de conformidade do Inmetro devera ser substituído por novo perfurado com a data da realização do serviço.

 

O selo do Inmetro é obrigatório e válido em todo território nacional.

 

Tipos de manutenção

 

Inspeção Técnica

Consiste em uma verificação cuidadosa do extintor, executada por pessoa habilitada, através de exame visual e periódico, de modo a observar se está acessível e apresenta um nível adequado de confiança de que permanece em condições originais de operação.

 

Seu objetivo é assegurar que o extintor está totalmente carregado e operável. Poderá ser realizada no local, sem a remoção do extintor para a empresa Registrada.

Manutenção

manutenção e um serviço de caráter preventivo e ou corretivo, realizado por empresa obrigatoriamente registrada junto ao Inmetro. Essa manutenção e realizada em 3 níveis:

 

  • Manutenção de 1º Nível:
De caráter corretivo, geralmente efetuada na inspeção técnica e no local onde o extintor esta instalado, não sendo necessária a sua remoção para a empresa registrada. Exemplos: limpeza, reaperto e ou substituição de componentes não submetidos a pressão, colocação de quadro de instruções.

 

  • Manutenção de 2º Nível:
De caráter preventivo e corretivo, requer remoção e execução de serviços na empresa registrada. Constitui-se de desmontagem completa do extintor, limpeza dos componentes, inspeção de roscas e partes internas , recarga e pressurização, colocação do anel, trava e lacre e fixação do Selo de Conformidade, da etiqueta de garantia e do quadro de instruções.

 

  • Manutenção de 3º Nível:
Processo em que se aplica a revisão total do extintor de incêndio, incluindo o ensaio hidrostático. A contar da data de fabricação ou da realização do ultimo ensaio hidrostático, a cada 5 anos o extintor devera passar pela manutenção de terceiro nível, ensaio hidrostático.

 

Este intervalo de cinco anos devera ser interrompido caso não seja possível identificar quando se deu o ultimo ensaio hidrostático, ou quando o extintor for submetido a danos térmicos ou mecânicos, devendo passar imediatamente pelo ensaio hidrostático.

Recommended Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Primi - 2018 © Todos os Direitos Reservados
Feito com por Fortram.